segunda-feira, 18 de agosto de 2014

PENSAMENTO E SINTONIA






(QUANDO A TUA OFERENDA FOR O SEU PENSAMENTO CARREGADO DE AMOR,
TUA VELA ACENDERÁ A LUZ DE MUITOS OUTROS CORAÇÕES ...)


Se o homem opta por caminhar nas trevas de seus devaneios é porque, verdadeiramente, não se compenetrou de suas responsabilidades perante si mesmo e perante o Criador da vida.

Distanciado de sua natureza excelsa, percorre caminhos tortuosos, elegendo para acompanhá-lo irmãos que trazem consigo os mesmos ideais e estabelecendo, assim, um conluio de desejos que lhe exigirá grande esforço e determinação para o processo de desvinculação que se fará necessário.

Embora a tecnologia faça um grande alarde sobre suas conquistas, que ampliam de maneira fantástica a comunicação entre povos e nações, não conseguiu o homem definir com precisão a gravidade do pensamento, em termos de sua efetiva ação e naturais consequências.

Reiterar a força do pensamento é permanecer na mesma direção, pois se tornou lugar comum divulgar apenas o poder dessa faculdade inerente ao espírito e que retrata sua real identidade e sua presente condição no planeta, que o acolhe como escola, penitenciária ou hospital, manifestações que o pensamento, em sua mais profunda expressão, grava no éter cósmico, atraindo para si a colheita afim.

Regido pela lei perfeita da justiça celestial, o ser açambarcará para seu universo íntimo as consequências dos comportamentos enredados na leviandade, na pseudo legalidade de um mundo vazio das verdades iluminativas do caminho do céu.

E a consciência cósmica, em sua exatidão, conferirá a cada um oportunidades fundamentais para que, então, a sintonia deteriorada por imagens impregnadas de sentimentos e objetivos inferiores seja reformulada, a fim de que a ambientação do espírito se transforme em sua real natureza - a divina -, propiciando-lhe, então, o avanço que lhe facultará o progresso ante as propostas trazidas por Jesus Cristo.

Organizações estelares trabalham arduamente em todo o orbe, na tarefa exaustiva de limpar a atmosfera altamente contaminada pelas emanações dos seres atualmente ligados a este hospital-escola, nosso querido planeta Terra.

Usar todos os recursos que possui, intrínsecos à sua constituição, é dever do homem perante Deus. E usá-los corretamente, na vivência da lei de amor, é tarefa obrigatória para que se alcance o reino prometido a todos, mas ainda vivenciado por poucos, em razão da indolência e da displicência que imperam em grande parte da Humanidade.

O pensamento é a mais perfeita e vibrante forma de comunicação oferecida aos homens pelo Pai, mas é muito pouco conhecido e ainda menos utilizado com o devido respeito e propriedade.

Do livro: Mediunidade: Tarefa com Jesus (Alda Maria/Esp. Yvonne do Amaral Pereira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário.
Assim que o ler, o publicarei e o respoderei.
Volte para saber a resposta beijos!